Notícias da CUT

Erro
  • Erro ao carregar dados do feed

Seminário da Campanha Salarial

Dia 03 de março de 2012 na Sede do SITICCAN

No próximo dia 3 de março o SITICCAN estará realizando mais um Seminário da Campanha Salarial, para, como de costume, sindicato e os trabalhadores elaborarem, de forma conjunta, a pauta de reivindicação que deverá ser entregue ao sindicato patronal, ainda no mês de março. A proposta é que, neste dia, analisemos a nossa atual convenção coletiva, buscando avanços e melhorias, mas de olho na manutenção de benefícios e direitos que historicamente conquista- mos, e dos quais não abrimos mão. Os trabalhadores da categoria já sabem que sua participação é fundamental. Por isso, é importante que se inscrevam até o dia 27 de fevereiro, com os nossos diretores na área, ou através dos telefones do SITICCAN: 3601-2520 e 3601-1111. Estamos preparando toda a infraestrutura necessária para receber os companheiros que, além do material de apoio como a camisa e o texto base do Seminário, terão transporte e alimentação, sendo que todo o debate será feito nas instalações confortáveis do nosso auditório, totalmente climatizado. O Dieese, órgão que realiza estudos econômicos, estará presente também no evento, para nos dar informações a respeito da atual conjuntura econômica, análise e possibilidades de recomposição salarial da nossa categoria.   Além de participar do debate, o trabalhador também poderá colocar suas idéias e propostas no papel, através das teses, para que sejam discutidas e, se aprovadas, serem incorporadas à nossa pauta de reivindicação, para ser negociada com os patrões. A tese, em nosso caso, deve ser digitada, em no mínimo uma folha, e no máximo cinco, onde o trabalhador, ou grupo de trabalhadores da categoria, devidamente identificados, apresente suas propostas. As teses devem ser encaminhadas ao SITICCAN até as 1 5:00 horas do dia 24 de fevereiro de2012. Então, mãos à obra. Lembre-se que a campanha salarial não se resume só a salários. Vamos estar discutindo toda uma proposta de pauta, que irá regular nossas condições de trabalho do ponto de vista da saúde, meio ambiente, social, profissionalização, dentre outras, para, depois, ser encaminhada aos patrões para iniciar as negociações da campanha salarial. Participem. Essa é a hora de, juntos, começar- mos a construir mais uma campanha salarial vitoriosa.

Comissão do Seminário

  • Cláudio Guedes
  • Edilson Almeida
  • Raimundo dos Santos

Benzeno: perigo para a saúde do trabalhador

O Departamento de Saúde do SITICCAN vai convidar o Departamento de Saúde do SINDIPETRO e de outros sindicatos, para discutir sobre o benzeno, produto assassinado que vem vitimando vários companheiros petroleiros. Participamos de várias reuniões na comissão de benzeno e denunciamos o não controle médico das pessoas que trabalham nesta área, que tem benzeno, e que não são feitos os controles nos trabalhadores que exercem atividades rotineiras e não rotineiras, mas os representantes da Petrobras afirmam que, na RLAM, onde tem o benzeno, está dentro dos padrões de tolerância, não necessitando a aplicabilidade das normas, e no acordo sobre este produto, representando os trabalhadores terceirizados, nunca foi aceita esta justificação. E a prova é que os companheiros petroleiro que trabalharam na área da U-30/RLAM, expostos a benzeno com percentual médio de 4%, com problema na medula e que vieram a ser aposentados por invalidez, inicialmente sem a emissão de CAT, e que tiveram que fazer transplante de medula e hoje vivem com restrições de locomoção e uma gama de outros problemas, e que, para terem os seus direitos assegurados, estão recorrendo à justiça. Já os companheiros das contratadas que adoecem, e não conseguem se aposentar, muito deles morrem sem saber o que têm, muitos deles trabalharam nesta unidade e, por não terem nem um tipo de controle, não conseguem elementos para conclusão de um nexo causal, e a Petrobras, com os seus iluminados, continua apresentando documento que não relata as condições reais, provocando danos a centenas ou milhares de trabalhadores e suas famílias, ao longo do tempo, apresentando prova irreal à justiça e conseguindo os seus objetivos, mesmo ceifando várias vidas e deixando filhos órfãos e mulheres sem esposo antecipadamente. Mesmo que a maioria não dê importância, a minoria tem que fazer o seu papel de gritar e. de denunciar. E, de quem é testa iniciativa? É dos cipistas e diretores do SITICCAN.

“Dona Produman”

Parece brincadeira, mas a chefia da Produman, em Taquipe, está agindo como senhores de engenho. Ditando o que quer e o que não quer. Não considera os companheiros, que são grandes colaboradores da empresa. Por conta disso, já houve casos até de agressão física, de denúncias de desafio, onde pessoa do departamento convidou funcionários para se enfrentarem. Olha só que beleza! A que ponto chegam certas empresas. Esperamos que a Produman respeite mais os companheiros e leiam mas a convenção coletiva.

GDK

O cacique da elétrica da GDK, no Porto de Aratu, esta aterrorizando os companheiros. Se este cacique tocador de violão não parar de prejudicar os trabalhadores, o SITICCAN tomará as medidas para acabar com a perseguição.

Potencial

Os vestiários da Potencial estão precisando urgentemente de manutenção. É preciso interditar os banheiros, pois os vasos sanitários estão soltos, pias quebradas e pisos escorregadios. Vai esperar acontecer um acidente, pra essa empresar tomar conhecimento?

Recálculo

As empresas estão fazendo de conta que não conhecem a nossa convenção coletiva. Tem empresa que está pagando os recálculos com mais de 50 dias. Estamos de olho, e o não pagamento do recálculo é descumprimento de convenção.

Estrutural

Esta empresa só traz transtorno. Quando está aqui, vem cumprindo a convenção. Quando sai, fala que é metalúrgica e os trabalhadores ficam a ver navios. E fica dizendo que quem fizer recálculo não fica mais nela. Vamos apurar esta denúncia. Se for comprovada, a parada não vai acontecer, por conta disso.

Portão 3

Os vestiários estão superlotados. Tem vestiário que é para 40 funcionários e tem 130.

PLR

Depois das negociações com o SITICCAN e a mobilização dos trabalhadores, a Acomplation definiu que, no máximo, dia 30 de janeiro de 2012, os trabalha- dores receberiam a PLR, reconhecendo esse direito. Valeu, companheiros! A união e o SITICCAN demonstram, mais uma vez, que têm compromisso com a luta e a . categoria.

Buracolândia

Não entendemos a situação precária em que se encontra a refinaria, na sua área interna e externa. Está tudo mal conservado, tanto as ruas como as estradas, um verdadeiro caos. Já enviamos vários ofícios pedindo providências e reuniões com a Riam, para resolver o problema dos buracos e dos vestiários superlotados, que atingem, em cheio, os trabalhadores. Antigamente, tinha empresa para fazer manutenção das ruas e pistas e, hoje, que é mais necessário, devido ao crescimento da Riam, não tem mais esse contrato. Esperamos que a direção da Riam acorde pra vida, e que não fique só no papel.

RLAM

Durante as paradas ocorre um absurdo por parte do Setor de Operação da RLAM, que obriga os trabalhado- res da empresas MIRP, que é limpeza industrial, e a Potencial, a abrirem e fecharem válvulas. O que é isso, companheiros?

28 de Fevereiro Dia Mundial do Combate às LER/DORT

LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS: A EPIDEMIA DA VIRADA DO SÉCULO

Desde 2000, o último dia do mês de fevereiro, é considerado Dia Internacional do Combate as Lesões por Esforços Repetitivos (LER), ou Distúrbios Ósteo Musculares Relacionados ao Trabalho (DORT) como são conhecidos, agora, no Brasil. Trata-se de um marco de extrema relevância. Foi a primeira vez na história que uma doença profissional (LER) passou a ser considerada como questão de saúde pública mundial. Uma coisa é certa: a única saída para a chama- da epidemia da virada do século está na prevenção, pois sua cura, tratamento e reabilitação são muito demorados, custosos e, quase sempre irreversíveis. Felizmente, um programa adequado de prevenção com base na Ergonomia de conscientização simples, sem muitos devaneios, e muitas complicações, pode prevenir de forma significativa todos esses problemas.

Incompetência administrativa ou gestão fraudulenta e corrupta? Uma epidemia de perda de direitos trabalhistas em 2011 e 2012.

Na área da Petrobras

A empresa RTA vem pagando os salários e rescisões com intervenção do Siticcan. Foi assim com a Esta com e agora com a Montec. Os trabalhadores continuam a esperar a boa vontade do departamento jurídico e da gerência da unidade de produção, para liberar o resto da fatura para pagar parte das rescisões, e, enquanto isso, segue o sofrimento dos operários, aguardando para receber suas rescisões.

Na área da Dow Química

Foi a empresa Alencar Braga. Os trabalhadores abriram mão do aviso prévio para receber a rescisão, com medo de ir para a justiça e levar dez anos para receber, a exemplo da Norcontron.

Na área da Unigel

A Service Lok. Com a intervenção do Siticcan, os trabalhadores receberam suas rescisões e seus salários. Estamos aguardando os pagamentos dos recálculos e a multa por atraso de pagamentos das rescisões.

Na área da VOOPAK

A sua contratada PROCOTON não pagou o aviso prévio aos funcionários, mas o Siticcan solicitou a retenção da fatura, para o pagamentos dos direitos rescisórios dos trabalhadores e a contratante Voopak atendeu. Estamos fazendo contato com proprietário da empresa PROCOTON para chegara um consenso para o pagamento dos companheiros, mas o mesmo não atende. A empresa Emco Hitrax, se é que posso chamar isso de empresa, há mais de seis meses nessa situação, demorando bastante dias para pagar as rescisões, multa do FGTS, recálculo e a entrega das rescisões dos companheiros. Solicitamos a retenção da fatura à Voopak. No dia 2/2/2012 foi realizada uma reunião com o departamento jurídico da Emco Hitrax, que expôs a dificuldade financeira da mesma, e pediu um prazo de dez dias para fazer uma proposta. Estamos no aguardo, mas no dia 3/2/2012 reunimos com a Voopak para tratar o assunto e reafirmamos o pedido para não liberação dos valores retidos. Após receber a proposta da Emco Hitrax, não sendo satisfatória, vamos convidar a contratante Utracarga para chegarmos a um entendimento, visando garantir os salários e as rescisões dos companheiros.

Na área da Minha Casa Minha Vida

Os trabalhadores continuam sem receber parte dos salários e suas rescisões. No dia 3/2/2012 foi realizada uma reunião na SRTE (Superintendência Regional do Trabalho e Emprego), em Salvador, com os três sindicatos: SITICCAN, SINTRACOM e SINDITCCC, junto com os respectivos Departamentos Jurídicos e a Superintendência do Trabalho. As gatas RCA e PRAIME não estão nem um pouco preocupadas, dando a ver que não fazem parte do problema. Mas, conforme entendimento na reunião na STRE, ficou acordado de agilizaras ações trabalhistas e solicitar uma reunião com o Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal, no intuito de buscar uma saída e criar instrumento que visa evitar que os trabalhadores continuem sendo lesados em todos os projetos da Minha Casa Minha Vida, pois, antigamente, nós trabalhadores construíamos edifícios e não podíamos entrar. Hoje, construímos e não recebemos pelo nosso suor derramado. ISSO É TRABALHO ESCRAVO. É TRABALHO INDECENTE.

Na área da Dow Química 

Empresa Falcão se dizia toda poderosa, mas ela não sabia que na base do SITICCAN poderes têm limites, e, após a paralisação de um dia, vai pagar o piso correto e inclusive o retroativo, e em 20/2/2012, pagará a PRL a Entregai. A MCE pagará a PRL no dia 5/3/2012, e não vão compensar a terça-feira de carnaval. O SITICCAN interferiu e resolveu junto às empresas. A proposta foi submetida na assembléia no dia 6/2/201 2 com os trabalhadores contratados da Dow. Os funcionários da MOE e da MILLS estão reclamando do plano de saúde e os companheiros da MOE já pagaram dois aumentos em menos de seis meses. Vamos ter uma reunião especifica para tratar deste assunto.

JM Solda

A JM Solda, contratada da Intecnial, sabe que o pagamento do adiantamento é até o dia 20 e o saldo de salários até o dia 5 do mês subsequente, e quando esta data cair no domingo, ,sábado ou feriado deverá ser efetuado no primeiro dia útil anterior, e a folga, no dia do paga- mento, se não for feito o pagamento será obriga- da a dar outra folga. Está na hora da JM Solda parar a brincadeira. Agora a tolerância é zero! O Ministério Público do Trabalho enviou ao SITICCAN alguns exemplares da cartilha Segurança e Saúde do Trabalhador na Indústria da Construção Civil. Nas próximas edições do Maçarico citaremos algumas normas de segurança contidas nesta cartilha.  

Amianto pode matar mais de 1 milhão até 2030

Mina de amianto

Especialistas em saúde alertam para um grande aumento no número de mortes nas próximas duas décadas devido ao uso do amianto pela indústria da construção do nos países em desenvolvimento. Uma investigação conjunta da BBC e do Consórcio de Jornalistas Investigativos revelou que mais de um milhão de pessoas podem morrer até 2030 devido a   doenças ligadas à substância. Com um consumo de amianto 50 vezes maior do que nos Estados Unidos, o Brasil é o quinto maior consumidor do produto em uma lista liderada por China, Índia e Rússia. o amianto é uma fibra presente em minas. A substância, que é barata e resistente ao calor e ao fogo, é misturada ao cimento para construção de telhas e pisos. No entanto, o amianto, que é proibido ou de uso restrito em 52 países, solta fragmentos microscópicos no ar que podem provocar diversas doenças pulmonares quando inaladas, Inclusive alguns tipos de câncer.

Campanha Salarial SITICAN


Já estamos preparados para nossa Campanha Salarial. Já enviamos a nossa pauta de reivindica- ção, há quase um mês, para o SINDUSCON, e já cobramos o agendamento das rodadas de negociação. A justificativa deles para esta demora é a das negociações envolvendo outras categorias, que também têm como patronato o SINDUSCON. Mas, estamos em alerta, e mobilizados, acompanhando as movimentações, e reforçando nossa luta, atentos às reinvidicações da nossa categoria, que já sinalizou, através da nossa pauta, que a palavra de ordem é manter nossos benefícios e buscar ampliar conquistas. Os companheiros e companheiras já sabem que tudo que for discutido e acordado durante a Campanha Salarial, tem efeito retroativo a 1 de maio. Desde o valor da cesta ate o reajuste. Entao, se a demora e alguma espécie de estratégia dos patrões, não vai adiantar, porque estamos preparados, e com todo fôlego, para buscar o que é nosso. Vamos à Luta!

Seja Bem Vindo!

Bem vindo ao nosso site. Aqui você tem a sua disposição um canal de comunicação com o seu sindicato.

Faça criticas, envie seus comentários, participe de nossas enquetes. Juntos estaremos trabalhando para construir um Sindicato cada vez melhor para você.

Participe!

1º de Maio

Neste 1° de Maio, o SITICCAN está preparando uma série de eventos para homenagear os trabalhadores e trabalhadoras de modo geral, com o objetivo de não só nos confraternizarmos pela passagem desta data, e do dia do trabalhador na construção civil, montagem e manutenção, mas, também, para nos mantermos mobilizados, demonstrando nossa força de luta e organização, para ampliarmos e conquistarmos mais benefícios. Em Candeias, como já tradicionalmente acontece, haverá um Ato Público, com várias atrações, mantendo inclusive a programação voltada para o público evangélico, pela manhã. Em Madre Deus, na Praça Central, também terá Ato Público, com trio elétrico e shows musicais. Em São Sebastião do Passé teremos o nosso torneio de Futebol, que já entrou para o calendário esportivo daquele município, muito disputado e com várias premiações. Em Simões Filho, os trabalhadores também serão homenageados com ato Público e Show Musical. Todas as atividades terão Ato Público, com a presença de lideranças políticas e sindicais ligadas à luta dos trabalhadores, porque este dia é uma conquista nossa, para que não só reafirmemos nossa disposição de lutar por mais e melhores condições de trabalho, mas, também, destacarmos a importância de termos governos comprometidos com a nossa luta, como ocorre hoje a níveis Federal e Estadual, onde o canal de diálogo com os movimentos sociais e sindicais está sempre aberto, o que nos faz ter a certeza de que novas conquistas e vitórias estão por vir. Queremos e exigimos muito mais. Agradecemos o apoio de todos que vêm apoiando estes eventos, como a Catedral FM, o SINDIQUIMICA, o SINDIPETRO, o PT, a CUT, Carlos Martins e a Polícia Militar, com a realização da DIREÇAO DO SITICCAN. Veja, abaixo, a grade de programação do 1 ° de Maio:

Candeias

  • 10:00h - Show com o cantor gospel MARCOS ANTONIO
  • 12:00h - Show com a banda gospel CATEDRAL
  • 14:00h-Show com o GRUPO DEVANEIOS
  • 15:00h - Show com GILSINHO do Novo Tom
  • 16:30h-Show com EDYCITIY
  • 1 8:00h - Show com a Banda FLOR DA TAILÂNDIA
  • 19:30h - Ato Público
  • 20:30h - Show com PABLO

Madre de Deus

  • Início às 13:00h, na Praça Rodolfo Queiroz — SHOWS COM A
  • BANDA NEGRA COR, SAMBA DA VOVÓ, ARTE- DO SAMBA,
  • LOS PRAIANOS, dentre outras atrações.

Simões Filho

  • Início às 14:00 h - Com várias atrações

São Sebastião do Passé

  • Torneio de Futebol dos Trabalhadores, a partir das 7:00h, no
  • Estádio Municipal de São Sebastião do Passé.

Greves nas usinas Santo Antônio e Jirau são mantidas após reunião

Representantes dos trabalhadores farão assembléias na segunda-feira. . Paralisação em Jirau começou dia 8 de março, e em Santo Antônio, dia 20

MAÇARICO 267 - ABRIL 2012 As obras nas usinas hidrelétricas do rio Madeira - Jirau e Santo Antônio - continuam paralisadas após reunião entre representantes dos trabalhadores, dos responsáveis pela construção das usinas e do Ministério do Trabalho, realizada na manhã desta sexta-feira (23), em Rondônia. As duas paralisações foram consideradas ilegais pela Justiça. “Estamos negociando a retomada da negociação”, disse o presidente da Confederação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores (Conticom), Cláudio da Silva Gomes, e o Secretario de Saúde e Meio Ambiente no Trabalho, Edilson Almeida, também diretor do Siticcan, após participar da reunião, na qual não foi tomada decisão sobre retomada das atividades. Os representantes dos trabalhadores decidiram que farão assembléia na próxima segunda-feira, às 7 horas, no canteiro de obras de Santo Antonio. Provavelmente, também faremos uma assembléia na segunda-feira (26), às 11 horas, no canteiro de Jirau”, disse o representante do Sindicato dos Empregados da Construção Civil do Estado de Rondônia (Sticcero), A paralisação em Jirau foi iniciada no dia 8 de março, e os trabalhadores de Santo Antônio estão parados desde a última terça-feira (20). Várias lideranças dos trabalhadores foram demitidas por justa causa. Em Jirau, a parada começou com a manifestação de alguns trabalhadores de uma empresa contratada, que pediam aumento de salários e outros nove itens, entre eles cinco dias de folga a cada 70 dias trabalhados (atualmente, a folga é a cada 90 dias corridos de trabalho), aumento do valor da cesta básica de R$ 170 para R$ 350, plano de saúde gratuito extensivo a familiares, aumento de periculosidade e insalubridade e disponibilidade de um médico ginecologista no posto de saúde do canteiro de obras. A parada das atividades principais nos canteiros foi recomendada pelos consórcios responsáveis pelas obras civis das usinas, lideradas por Camargo Corrêa, no caso de Jirau, e Odebrecht, em Santo Antônio, para garantir a segurança dos trabalhadores. Na última quarta-feira, a Justiça do Trabalho declarou abusiva e ilegal a greve nas obras da usina hidrelétrica de Santo Antônio, e determinou o retomo imediato dos operários ao trabalho, sob pena de multa de 200 mil reais contra o Sticcero. A greve em Jirau também já tinha sido declarada ilegal, uma semana antes. Na sexta-feira, dia 30 de março, às 14h30, ocorreu uma audiência de conciliação entre as partes envolvidas - responsáveis pela obra e os trabalhadores - no plenário do Tribunal Regional do Trabalho da 14 Região, em Porto Velho, quando se chegou a um acordo, aprovado pelos trabalhadores, e a greve foi suspensa, dando-se início à negociação salarial.

28 de Abril

Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças no Trabalho

MAÇARICO 267 - ABRIL 2012O dia 28 de Abril é lembrado em várias partes do mundo como o Dia em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças Relacionadas ao Trabalho. Com a morte de 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, Estados Unidos, a Organização Internacional do Trabalho (OIT),, a partir de 2003, instituiu este dia para dar maior visibilidade às questões relacionadas à segurança e saúde no meio ambiente do trabalho.

As milhares de vítimas desta relação de explo.ração do capital sobre o trabalho exigem uma tomada de posição de toda a sociedade e do governo, pelos seus órgãos institucionais e de controle social, com o objetivo de erradicar/minimizar os acidentes e doenças ocupacionais que têm provocado enormes prejuízos econômicos e socais ao Brasil e principalmente aos trabalhadores. As ações de prevenção são importantes no combate a esse grave problema, além da responsabilização civil com a punição educativa para as empresas que continuam a vitimar seus trabalha- dores. Em 2012, sob o tema Acidentes Graves e com Morte no Trabalho no Estado da Bahia: Possibilidades de Enfrentamento. O FORUMAT realizou dois eventos: um em Feira de Santana, dia 24 de abril, e outro, em Salvador, dia 25 do mesmo mês, com o intuito de apresentar e discutir, de forma articulada, as ações que as instituições vêm desenvolvendo ao longo desses anos e identificar possibilidades de enfrentamento dos acidentes graves e com morte no trabalho. o SITICCAN, CONTICOM e FETRACOM faz em parte desta organização - FORUMAT28 de Abril.

Login

Cadastre-se e receba nossos informativos

Topo
--ddd--